Hospitais do Amazonas estão muito perto de atingir a capacidade máxima de ocupação - Divulgação/Prefeitura de Manaus
Hospitais do Amazonas estão muito perto de atingir a capacidade máxima de ocupaçãoDivulgação/Prefeitura de Manaus
Por O Dia
Amazonas - Com quase toda sua capacidade hospitalar ocupada devido à pandemia do novo coronavírus, Manaus receberá ajuda do 'Programa Brasil Conta Comigo', lançado no começo de abril. Profissionais da saúde cadastrados no projeto serão encaminhados às unidades médicas do Amazonas para ajudar no combate à covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, a medida terá início a partir desta segunda-feira.
A tendência é que médicos intensivistas cheguem em grande quantidade em Manaus, o que ampliaria a capacidade de atendimento aos casos de coronavírus. "São profissionais com muita bagagem, que atuam há muitos anos em vários outros hospitais do Brasil e vão nos ajudar. São médicos vindo de regiões onde o atendimento ainda está tranquilo, para auxiliar onde mais precisamos no momento", falou o secretário-executivo do ministério, João Gabbardo.
Publicidade
"Vai ser o primeiro estado que vamos fazer convocação dos voluntários que se cadastraram. Em Manaus, temos mais de mil enfermeiros registrados no Conselho Federal de Enfermagem, além de 80 médicos cadastrados no Conselho Federal de Medicina. Esses profissionais de saúde estão dispostos a serem contratados pelo Ministério da Saúde para ampliar o atendimento à população da região", reforçou o secretário.
Segundo a pasta, os profissionais ainda terão à disposição uma Tele-UTI: os doutores responsáveis pelos casos poderão discutir o atendimento com outros da área por vias digitais, aumentando a rapidez das consultas e dos diagnósticos. Até o momento, o Amazonas registra 1206 casos de covid-19 e 62 mortes.