Ex-ministro da Saúde, Nelson Teich - Estadão Conteúdo
Ex-ministro da Saúde, Nelson TeichEstadão Conteúdo
Por iG
São Paulo - No início da tarde desta quinta-feira, o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência de São Paulo, anunciou que representantes do grupo de pesquisa e do Ministério da Saúde, com a participação do governador João Doria, realizaram uma reunião nesta manhã. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.
De acordo com Uip, os principais pontos tocados durante a reunião foram a manutenção do programa anterior, para que não haja solução de contiguidade; a manutenção do isolamento social, defendida pelo ministro Nelson Teich; a dificuldade da compra de insumos, principalmente respiradores e a importância do programa de testes.

"Há preocupação do ministro de novas ondas de infectados, nós entendemos o posicionamento como adequado e alinhado. O ministro falou com toda a franqueza da dificuldade que o Ministério da Saúde tem na compra desses insumos, respiradores e outros materiais usados em UTI", afirmou o infectologista.

"O estado também demosntrou preocupação com a agilidade dos procedimento, porque São Paulo está em uma curva ascendente com novos pacientes e óbitos. E, fundalmentalmente, com enorme necessidade de aparelhos e insumos, acrescentou Uip.

Ainda durante a coletiva, o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, José Henrique Germann falou sobre o que foi solicitado pelo estado ao Ministério da Saúde.

As demandas foram as seguintes:
Publicidade
- 100 respiradores para o Hospital das Clínicas;

- 1.600 kits de carro monitor;

- Suabes para coleta de testes;

- 4 milhões de testes rápidos para a população. O Ministério já havia enviado 400 mil itens, mas com uso exclusivo para profissionais de saúde.

- Credenciamento de 2.733 leitos de UTI específicos para a Covid-19, dos quais já foram habilitados 734: R$ 292 milhões;

- 20 milhões de insumos de coleta do PCR;

- EPIs para os leitos de UTI, com 4,2 milhões de máscaras n95;

- 2,6 milhões de medicamentos emergenciais, incluindo a cloroquina;