Após saída de Nelson Teich, capitais registram panelaços contra Bolsonaro

Uma nova manifestação está marcada para a noite desta sexta-feira

Por IG - Último Segundo

Nelson Teich
Nelson Teich -

São Paulo - O pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich, surpreendeu a maioria dos brasileros na manhã desta sexta-feira. Após discordâncias com o presidente sobre a condução do enfrentamento à pandemia, Teich - que assumiu a pasta há menos de um mês - é o segundo ministro a deixar a pasta durante a crise do Covid-19.

No Twitter, moradores de diferentes bairros de São Paulo e do Rio de Janeiro, principalmente, publicaram vídeos sobre o barulho da vizinhança, que pede o impeachment do presidente. Com a mesma reivindicação e formato, outra manifestação deve ocorrer ainda esta noite, às 20h.

To trabalhando aqui e do nada mais um panelaço. Dessa vez Nelson Teich saiu. Bolsonaro é um irresponsável levando o Brasil pra um buraco sem fundo. #ImpeachmentDeBolsonaro #ForaBolsonaro pic.twitter.com/jEZQWhfgsx

— Bruna (@brunalanzillott) May 15, 2020

Panelaço no RJ. @RodrigoMaia tá contigo e o Confresso tbm. #teich #ForaBolsonaro pic.twitter.com/SSULkoZywp

— Albagli (@marceloalbagli) May 15, 2020

Assim como no caso do ex-ministro Luis Henrique Mandetta, Nelson Teich e Bolsonaro tornaram públicas as discordâncias, principalmente, sobre as medidas de distanciamento social no país, consideradas "exageradas" pelo presidente da república. O uso da hidroxicloroquina como medicamento em casos iniciais da doença, desconsiderando a falta de evidências sobre sua ação, também é outro ponto de atrito entre ministro e presidente.

Comentários