Campanha de Vacinação contra gripe terá nova etapa

Meta é imunizar 90% do público alvo

Por Agência Brasil

Imunização acontece das 8h às 17h nas unidades de saúde listadas ao fim desta matéria
Imunização acontece das 8h às 17h nas unidades de saúde listadas ao fim desta matéria -
Brasília - A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe encerrará a primeira das duas etapas com seu primeiro público-alvo. Nesta fase, a imunização visava pessoas com deficiência; crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes e mães no pós-parto até 45 dias, neste domingo.

No caso das mães que se encontram no período pós-parto, o ministério informa ser necessária a apresentação de um documento que comprove o puerpério como certidão de nascimento, cartão da gestante ou documento do hospital onde ocorreu o parto por exemplo.
O próximo passo é a segunda etapa da terceira fase, que irá cobrir o período de 18 de maio até 5 de junho. Nela serão incluídos professores de escolas públicas e privadas e adultos de 55 a 59 anos de idade. A meta do governo é vacinar pelo menos 90% de cada um desses grupos. Já na terceira fase, a meta é imunizar 36,1 milhões de pessoas do grupo prioritário.
Um balanço atualizado do Ministério da Saúde mostra que 60,5% do grupo prioritário havia sido vacinado contra a influenza nas duas primeiras fases da campanha, esses dados correspondem a um total de 39,6 milhões de doses da vacina aplicadas.
Os números divulgados pela pasta não incluem os grupos de pessoas com comorbidades, membros das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos, trabalhadores portuários e o público relacionado com o sistema prisional, uma vez que, nesses quantitativos, o que se tem são estimativas populacionais.
“O quantitativo desse público é uma estimativa e pode haver sobreposição a partir de pessoas que integram diferentes grupos prioritários, por exemplo, ser caminhoneiro (público-alvo da segunda fase) e idoso (público-alvo da primeira fase). Assim, é possível informar apenas o número de doses, de fato, aplicadas da vacina contra a gripe nestes grupos que foi 7,5 milhões”, explicou o Ministério da Saúde.
Fases anteriores
De acordo com um levantamento, o Ministério da Saúde informou ter distribuído 63,2 milhões de doses da vacina. Até então, na segunda fase da campanha iniciada em 16 de abril e encerrada no dia 8 de maio, apenas 36% (ou 5,6 milhões de pessoas) do público-alvo foram vacinados. O número era 10 milhões inferior ao total de pessoas do grupo pretendido.
Nesta segunda fase, a campanha teve como público-alvo povos indígenas, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.
A segunda fase da campanha teve como público-alvo povos indígenas, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Comentários