São Paulo registra 73 mil casos e 5558 mortes por coronavírus

Estado é o mais afetado do Brasil pela pandemia de covid-19

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Governantes de São Paulo tentam criar medidas mais rígidas de isolamento social no estado
Governantes de São Paulo tentam criar medidas mais rígidas de isolamento social no estado -
São Paulo - O secretário de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann, informou nesta quinta-feira que o estado registrou, desde o início da pandemia, 73739 casos de contaminação pelo novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 4080 casos, um aumento de 5,8%.

Segundo o secretário, 5558 pessoas morreram no território paulista em função da doença desde o início da pandemia. Entre a última quarta-feira e esta quinta, foram registradas 195 novas mortes, um acréscimo de 3,6%.

Durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, Germann comunicou que a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 73%, se considerado todo o estado, e de 89,6% na capital. Na quarta-feira, os índices eram de 71,3% para São Paulo e de 87,9% no município. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), elogiou o ministro interino da Saúde pela liberação de 1806 leitos e 600 respiradores.

Galeria de Fotos

Secretário de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann atualiza os números da covid-19 no estado Danilo M Yoshioka/Estadão Conteúdo
Governantes de São Paulo tentam criar medidas mais rígidas de isolamento social no estado Francisco Cepeda/Parceiro/Agência O Dia

Comentários