General Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde - Jossé Dias/PR
General Eduardo Pazuello, ministro interino da SaúdeJossé Dias/PR
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Brasília - O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, alertou nesta segunda-feira para uma nova etapa do avanço da covid-19 no Brasil, com aumento de casos em cidades do interior. "Temos o impacto das capitais e regiões metropolitanas. Isso vai passar. E vamos ver espraiamento disso de alguma forma ao interior", afirmou Pazuello, em videoconferência de celebração dos 120 anos da Fiocruz.

O general declarou que é preciso estar preparado para o avanço da doença, preparando estruturas de cidades maiores para receber pacientes dos pequenos municípios. Para ele, capitais já mostram queda de casos. "Mas não podemos esquecer que vem ainda o impacto no interior. A gente tem de estar preparado para isso."

O ministro já havia demonstrado preocupação sobre o impacto do coronavírus em cidades do interior na semana passada, durante reunião com conselhos de secretários estaduais e municipais de saúde. Segundo dados deste domingo (24) do Ministério da Saúde, o Brasil tem 22.666 óbitos pela covid e 363.211 casos acumulados. Destes, 149.911 pacientes já se recuperaram.

As infecções fora da capital preocupam o governo de São Paulo, por exemplo. A covid-19 chegou na sexta-feira passada a 500 municípios paulistas (que tem 645 cidades), e a taxa de crescimento no interior é quase quatro vezes maior do que na capital.

Na videoconferência sobre o aniversário da Fiocruz, Pazuello falou por menos de 5 minutos. No domingo, o ministro interino esteve em manifestação pró-governo ao lado do presidente Jair Bolsonaro. O mandatário novamente estimulou aglomerações, contrariando recomendações de autoridades de saúde sobre o distanciamento social.