Usando gravata de fuzil, Bolsonaro dispara contra operação da PF: 'Acabou, porra!'

Presidente repudiou operação da Polícia Federal que investiga fake news e ataques contra membros do STF: 'Ontem foi o último dia'

Por O Dia

Presidente da Republica Jair Bolsonaro
Presidente da Republica Jair Bolsonaro -
Rio - Usando uma gravata estampada com fuzis, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disparou contra a operação da PF deflagrada nesta quarta-feira: "Acabou, porra!", exclamou ele, em entrevista coletiva concedida na porta do Palácio da Alvorada na manhã desta quinta.
A operação cumpriu 29 mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, relator do inquérito das investigações sobre fake news e ataques a membros do STF.
Dentro os alvos, estavam o ex-deputado federal Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, dono da Havan, a blogueira Sara Winter e o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).
"Ontem foi o último dia. E eu peço a Deus que ilumine as poucas pessoas que ousam se julgar melhor e mais poderosas que os outros. Que se coloquem no seu devido lugar", afirmou o presidente, em recado direto para o Judiciário.

Comentários