'Houve uma neurose no tocante a isso daí', diz Bolsonaro sobre coronavírus

Presidente afirmou também que não tinha como diminuir o número de mortes pelo vírus. 'Diminuir como?', questionou

Por O Dia

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro -
Rio - O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, em uma transmissão ao vivo realizada em suas redes sociais nesta quinta-feira, que "houve uma neurose no tocante a isso daí", se referindo às mortes e contaminações por coronavírus no Brasil
Segundo o presidente, não havia nenhuma maneira de diminuir o número de mortos no país. "Houve uma neurose no tocante a isso daí. Ninguém disse que ninguém ia morrer por causa do coronavírus. Tanto ia como está morrendo, infelizmente. Agora alguns acham que tinha como diminuir o número de óbitos. Diminuir como?", questionou.

Galeria de Fotos

Jair Bolsonaro Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Presidente Jair Bolsonaro DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro Wenderson Araujo/Trilux/Estadão Conteúdo
Jair Bolsonaro reprodução
Desde o início da pandemia Bolsonaro criticou o uso de máscara AFP
Presidente Jair Bolsonaro contrariou recomendações médicas diversas vezes AFP
Presidente Jair Bolsonaro contrariou recomendações médicas diversas vezes Marcos Correa
O presidente Jair Bolsonaro discursa para manifestantes que protestavam a favor da intervenção militar e pelo fechamento do Congresso Nacional em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
Bolsonaro discursa para manifestantes que protestavam a favor da intervenção militar e pelo fechamento do Congresso Nacional em frente ao Quartel General do Exército GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO AGE2
Presidente da República, Jair Bolsonaro Isac Nóbrega/PR
Bolsonaro criticou o isolamento social e citou um estudo que concluiu que 66% dos contaminados por coronavírus em Nova York estavam em casa. O estudo, no entanto, dizia respeito apenas à condição de moradia dos contaminados, e não se estavam ou não respeitando a quarentena (a conclusão correta do estudo é que 66% das pessoas que foram internadas viviam em casa, 18% em lares para idosos, 2% em abrigos para sem-teto, 2% em outras instalações e 1% em presídio).
Na mesma live, o presidente voltou a falar sobre a hidroxicloquina, assim como o vermífugo Anitta - remédios que, segundo estudos, não têm eficácia comprovada. 

Comentários