Bolsonaro volta a elogiar apoiadores do AI-5, desta vez, o ex-presidente dos tempos da ditadura, Médici

Elogios de Bolsonaro aos ditadores do regime militar são comuns. Na época em que foi deputado, havia em seu gabinete retratos deles

Por iG

Sala de Bolsonaro quando ele era deputado federal. Há quadros de ex-presidentes do período ditatorial brasileiro
Sala de Bolsonaro quando ele era deputado federal. Há quadros de ex-presidentes do período ditatorial brasileiro -
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) elogiou o ex-presidente da ditadura militar Emílio Garrastazu Médici, nesta sexta-feira (31) durante sua visita em Bagé, no Rio Grande do Sul.

"É daqui o Médici, o homem que pegou o Brasil nos momentos mais difíceis, onde alguns lutavam para tomar o poder a qualquer preço. Não conseguiram". afirmou Bolsonaro ao discursar em uma escola.

Médici, que nasceu em Bagé, foi o autor da frase “Brasil: ame-o ou deixe-o" e era defensor do AI-5 – um dos mais repressivos decretos da ditadura, que fechou o Congresso e suspendeu o habeas corpus.

O governo de Médici foi um dos mais repressivos durante a ditadura.

Elogios de Bolsonaro aos ditadores do regime militar são comuns. Na época em que foi deputado federal, havia em gabinete na Câmara retratos dos presidentes da ditadura.

Comentários