Relatório da Secretaria de Saúde revela que 767 sem-teto foram classificados com suspeita da doença - FreePik
Relatório da Secretaria de Saúde revela que 767 sem-teto foram classificados com suspeita da doençaFreePik
Por IG - Último Segundo
Publicado 13/08/2020 11:42 | Atualizado 13/08/2020 11:43
São Paulo - A cidade de São Paulo tem ao menos 286 sem-teto diagnosticados com a covid-19. Destes, 28 foram hospitalizados e morreram. Os dados são de um levantamento da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e correspondem ao período entre abril de julho de 2020.
Ainda, de acordo com a gestão municipal, os sem-teto diagnosticados com o novo coronavírus permaneceram em isolamento em centros de acolhida até a confirmação laboratorial. Um relatório da Secretaria Municipal de Saúde revela que 767 sem-teto foram classificados com suspeita da doença na cidade desde o início da pandemia.
Publicidade
Em nota, a prefeitura da capital disse que ampliou de 18 para 25 o número de equipes do programa "Consultório na Rua", o qual é composto por enfermeiros, assistente social, psicólogo, médico, atendente administrativo, agentes sociais e agentes de saúde que prestam serviço aos sem-teto. Há também o programa "Redenção na Rua" composto por oito equipes, cujos atendimentos incluem consulta médica e atendimento de enfermagem.
O último Censo de moradores de rua realizado na cidade de São Paulo foi divulgado no início de 2020 e revelou que essa população saltou de 15.905, em 2015, para 24.344 em 2019 - um aumento de 53% no período, na capital paulista. Com informações do G1.