Doria recepcionou, na manhã desta quinta-feira (3), no Aeroporto de Guarulhos segunda remessa de 600 litros a granel da Coronavac, o suficiente para a produção de 967.741 doses do imunizante - Nelson ALMEIDA/AFP
Doria recepcionou, na manhã desta quinta-feira (3), no Aeroporto de Guarulhos segunda remessa de 600 litros a granel da Coronavac, o suficiente para a produção de 967.741 doses do imunizanteNelson ALMEIDA/AFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou que não deixará de usar a máscara, mesmo que esteja imunizado contra a covid-19. Ele não chegou a apresentar resultado de exame sorológico comprovando a presença de anticorpos contra o vírus.
Ele participou presencialmente nesta segunda, 24, da primeira entrevista coletiva desde que foi diagnosticado com a doença, no dia 12.
Publicidade
Doria cumpriu dez dias de isolamento e permaneceu assintomático durante o período.
"Entendo que (usar máscara) é um exemplo que tenho de oferecer à população", afirmou Doria no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.