Secretário de Saúde do DF é preso - Reprodução / TV Globo
Secretário de Saúde do DF é presoReprodução / TV Globo
Por IG - Último Segundo
O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo, foi preso de forma preventiva após ser investigado em uma operação Falso Negativo II, que apura supostas irregularidades na compra de testes para a covid-19. O secretário foi detido em casa, localizado no Noroeste, Distrito Federal.

A operação foi deflagrada pelo Ministério Público do Distrito Federal e expediu 44 mandados de busca e sete de prisão. Além de superfaturamento, a suposição é que os testes adquiridos não eram eficazes na detecção do novo coronavírus.

Além de Francisco Araújo, também foram detidos Ricardo Tavares Mendes, ex-secretário adjunto de Assistência à Saúde; Eduardo Hage Carmo, subsecretário de Vigilância à Saúde do DF; Eduardo Seara Machado Pojo do Rego, secretário adjunto de Gestão em Saúde do DF; Jorge Antônio Chamon Júnior, diretor do Laboratório Central do DF e Ramon Santana Lopes Azevedo, assessor especial da Secretaria de Saúde do DF.

Além do Distrito Federal, as ordens judiciais estão sendo cumpridas em outros oito estados.

A primeira fase da operação foi deflagrada em 2 de julho, com 74 mandados de busca e apreensão em mais de 20 cidades.

O Secretário de Saúde do DF havia emitido uma nota na época informando que os testes adquiridos pela SES tinham registro da Anvisa e parâmetros de qualidade compatíveis com o uso em saúde pública.