Por Agência Brasil
São Paulo - O Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo libertou na tarde desta segunda-feira (8) uma mulher que foi feita refém na Estação Adolfo Pinheiro do Metrô, na Linha Lilás, na capital paulista. A ação dos policiais foi feita com armas não letais.

A mulher libertada foi encaminhada ao atendimento médico no bairro de Santo Amaro. O sequestrador foi preso. "A polícia de SP evitou uma tragédia no Metrô de SP. O Grupo de Ações Táticas Especiais da PM libertou uma mulher mantida refém sob ameaça de faca e prendeu o sequestrador. Parabéns à PM de SP pela operação bem-sucedida, sem nenhuma vítima", disse o governador João Doria, nas redes sociais.

De acordo com a polícia, o sequestrador apresentava problemas psicológicos e utilizou uma faca para fazer a vítima refém. A ação da polícia durou cerca de duas horas.