Jovem denuncia funcionário de loja que a filmou no provador feminino

PM orientou a jovem a procurar a Delegacia de Defesa da Mulher para registro imediato da ocorrência

Por IG - Último Segundo

Isabella Pacheco denunciou funcionário de loja que a gravou trocando de roupa
Isabella Pacheco denunciou funcionário de loja que a gravou trocando de roupa -
São Paulo - A jovem Isabella Pacheco, de 19 anos, que mora em Sorocaba, no interior de São Paulo, usou seu perfil no Instagram para denunciar um funcionário de uma unidade da loja Pernambucanas que a teria filmado enquanto ela se trocava em um provador. O fato teria acontecido na última segunda-feira, em um shopping na zona norte da cidade da cidade.
"Eu já estava colocando a roupa quando olhei para o lado e vi o rapaz colocando a câmera do celular por baixo da porta. Na minha primeira reação, tentei pisar na mão dele, mas ele acabou sendo mais rápido", disse a jovem,explicando que o homem se escondeu nos fundos da loja.
Isabella contou que procurou a gerência imediatamente, e que a responsável pediu que ela se acalmasse, "resolvesse as coisas ali mesmo" e não chamasse a polícia.
Confira o vídeo:
Outros vídeos
Entretanto, Isabella e seus pais preferiram acionar as autoridades. A PM explicou, em nota, que orientou a jovem a procurar a Delegacia de Defesa da Mulher, para registro imediato da ocorrência. O homem não chegou a ser detido.
"O rapaz trouxe o celular e disse que não tinha nada na galeria. Quando a gente abriu o celular, de fato, não tinha nada na galeria. Mas no Google Fotos, na lixeira, tinham, sim, vídeos de diversas mulheres, de diversos dias diferentes, sendo filmadas dentro do provador", relatou a vítima.
Isabella esteve com os pais na Delegacia de Defesa da Mulher e registrou um boletim de ocorrência de crime contra a dignidade sexual. De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para que os fatos sejam apurados
Loja lamenta
Em nota, a Pernambucanas afirma que "lamenta profundamente o ocorrido e repudia com veemência todo e qualquer ato de desrespeito e de ofensa à privacidade".
"A pessoa citada já não faz mais parte do quadro de colaboradores da companhia. A Pernambucanas é integralmente comprometida com a ética, integridade, diversidade e respeito a todos e está à inteira disposição das autoridades e da família para apoiar no que for necessário", completa.