Bruna Vellasquez,18, e Monique Medeiros, 19, morreram ao cair em uma cachoeira de 30 metros - Reprodução/Redes Sociais
Bruna Vellasquez,18, e Monique Medeiros, 19, morreram ao cair em uma cachoeira de 30 metrosReprodução/Redes Sociais
Por Marina Cardoso
Santa Catarina - A Polícia Civil concluiu que a morte das amigas de 18 e 19 anos que caíram de uma cachoeira de 30 metros de altura, em Lages, em Santa Catarina, foi um acidente. A queda aconteceu no dia 13 de setembro. O inquérito policial foi concluído na sexta-feira passada, dia 9, e enviado à Justiça sem nenhum indiciamento. 

Galeria de Fotos

Bruna Rafaela Vellasquez, de 18 anos Reprodução/Redes Sociais
Bruna Rafaela Vellasquez, de 18 anos Reprodução/Redes Sociais
Bruna Vellasquez,18, e Monique Medeiros, 19, morreram ao cair em uma cachoeira de 30 metros Reprodução/Redes Sociais
Bruna Vellasquez,18, e Monique Medeiros, 19, morreram ao cair em uma cachoeira de 30 metros Reprodução/Redes Sociais
Bruna Vellasquez,18, e Monique Medeiros, 19, morreram ao cair em uma cachoeira de 30 metros Reprodução/Redes Sociais
Publicidade
De acordo com o delegado Raphael Belinatti, responsável pelas investigações, informou que os amigos que acompanhavam as jovens tentaram ajudá-las. "Foi apurado que se tratou de um acidente, não teve responsabilidade criminal de ninguém. Não teve hipótese de omissão de socorro por parte dos amigos que estavam com as jovens, pois ao tentar prestar socorro eles se colocariam em risco", afirmou ele.
Ainda segundo o delegado, o local onde as jovens caíram era de propriedade particular e o acesso é proibido. "O Estado não foi responsabilizado por culpa de uma eventual negligência que as pessoas chegassem aquele local de propriedade privada", disse Belinatti.
Publicidade
Jovens tiravam fotos
As amigas Bruna Rafaela Vellasquez, de 18, e Monique Medeiros de Almeida, de 19, caíram da parte mais alta da cachoeira de Salto Rio Caveiras e morreram depois de uma tentar socorrer a outra. As duas tinham ido até o local para tirar fotos. Mais dois amigos acompanhavam as jovens no passeio, um rapaz e uma outra jovem. 
Publicidade
Bruna e Monique caíram sobre as pedras em um local de difícil acesso. Por conta disso, o resgate foi feito por helicóptero da Polícia Militar junto com o Samu. Quando os socorristas chegaram Bruna já estava sem vida, já Monique estava com ferimentos graves. Ela chegou a ser levada para o hospital Tereza Ramos, em Lages, mas morreu ao dar entrada.