Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)
 - Edilson Rodrigues/Agência Senado
Senador Chico Rodrigues (DEM-RR) Edilson Rodrigues/Agência Senado
Por iG
O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), pego com dinheiro nas nádegas durante operação da Polícia Federal (PF) no seu apartamento em Boa Vista, disse durante a sessão, na última segunda-feira (19), em que explicou o seu pedido de afastamento das atividades parlamentares , que foi “ impulsivo ” e tomou “a decisão mais irracional de toda a minha vida” ao esconder o dinheiro na cueca.

“A verdade é que, em um ato impulsivo , acordado pela polícia, de pijama, assustado com a presença de estranhos em meu quarto, tive a infelicidade de tomar a decisão mais irracional de toda a minha vida”, disse o senador.

Segundo o senador, a ação fez com que ele passasse a sofre um linchamento público . Ele questiona os objetivos da operação e os possíveis beneficiários da sua exposição. “Eu não sei, mas confesso que estou passando pelo pior momento da minha vida”, disse.

“Não era dinheiro de corrupção, não era dinheiro ilícito, não era dinheiro ilegal. Jamais desviaria dinheiro público”, argumentou. “Não, senhores, não sou membro de organização criminosa. Nunca sofri qualquer condenação e agora estou sendo linchado por ter comigo dinheiro lícito decorrente da atividade empresarial familiar", relatou.