Instituto Dara já teve o nome de Saúde Criança - Divulgação
Instituto Dara já teve o nome de Saúde CriançaDivulgação
Por O Dia
A ONG Instituto Dara lança, nesta quarta-feira (28), às 19h, a campanha “Basta! Pobreza não é normal”. Para isso, será realizado um painel/debate online, que será transmitido no canal da organização no YouTube. O objetivo da campanha é intensificar as ações da instituição por meio da mobilização de recursos no Brasil e no exterior, depois de uma intensificação da pobreza com a pandemia da Covid-19. Eleito por oito anos consecutivos a melhor ONG da América Latina, segundo a publicação suíça NGO Advisor, o instituto atende hoje mais de 1.400 pessoas por mês, a maioria em comunidades espalhadas pelo estado do Rio de Janeiro.
O Plano de Ação Familiar (PAF) é a tecnologia social desenvolvida pelo Instituto Dara que fornece ajuda de acordo com as necessidades de cada família. Isso ocorre por meio da criação de metas e de ações nas áreas de saúde, de educação, de cidadania, de moradia e de renda para que se tornem protagonistas do seu próprio desenvolvimento. Em média, com esse auxílio, uma família leva dois anos para sair de uma situação de vulnerabilidade social.
Publicidade
Mais de 40% das famílias atendidas estão na Baixada Fluminense e têm uma renda per capita média de R$ 380 por mês. Muitas perderam sua principal fonte de renda quando o isolamento social foi iniciado. Em recente pesquisa lançada, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que, em agosto, mais de 270 mil fluminenses entraram na linha da pobreza, que voltou a subir 1,55%, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19, do IBGE.
“Precisamos romper o ciclo da pobreza para que ele não se perpetue. Como a pobreza é multidimensional, uma solução duradoura tem de levar em conta um olhar integral das famílias”, afirma Vera Cordeiro, fundadora e presidente do Conselho de Administração da instituição.
Publicidade
A jovem Angel Silva, de 28 anos, moradora do bairro de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, teve o primeiro contato com a ONG em 2018, quando seu filho recebeu acompanhamento médico e nutricional devido a um caso grave de desnutrição.
“Durante a pandemia, o Dara contribuiu muito com a minha família. Participei de mutirões, tive meu cartão alimentação recarregado e recebi vários atendimentos médicos e nutricionais por telefone. Agora, com essa nova campanha, eles poderão ajudar outras famílias que vivem em condições como as que eu vivia, para que elas tenham chances de sair de uma situação de miséria e nunca mais voltar. Para isso, é preciso que as pessoas entendam que a pobreza não pode ser normalizada”, relata Angel.
Publicidade
Para doar para o Instituto Dara, acesse: www.dara.org.br/doe
Confira os valores disponíveis e como eles serão utilizados:
- Com R$40/mês – você ajuda a garantir acompanhamento nutricional para uma criança.
- Com R$70/mês – você garante acesso à internet para uma família.
- Com R$100/mês – você garante uma cesta básica para uma família.
- Com R$150/mês – você garante um mês de formação profissional para uma jovem de periferia.
- Com R$300/mês – você garante cestas básicas para três famílias em vulnerabilidade social.
- Com R$500/mês – você oferece leite especial para duas crianças com disfagia e atraso neuropsicomotor.
- Com R$700/mês – você garante atendimento intersetorial mensal para uma família.
- Com R$ 1 mil/mês – você garante capacitação em gestão para 2 nano empreendedoras de periferia.
Publicidade