A delegada plantonista interrogou e autuou o suspeito por estupro - Divulgação
A delegada plantonista interrogou e autuou o suspeito por estuproDivulgação
Por O Dia
Um homem foi preso em flagrante, nesta terça-feira, em Cuiabá, suspeito de abusar sexualmente de uma jovem durante entrevista de emprego. A vítima, de 18 anos, foi até a loja, que fica no Jardim Leblon, para deixar um currículo para a vaga de atendente de assistência técnica anunciada nas redes sociais da empresa.
Ao deixar o currículo no local, a jovem foi recebida pelo proprietário da loja, que pediu a mesma que voltasse um tempo depois, com uma roupa mais adequada, para que ele e a gerente da loja pudessem analisar sua aparência. Quando ela voltou, o homem estava sozinho na loja e começou a assediá-la, comentou sobre suas tatuagens e pediu a jovem que colocasse o uniforme da empresa e circulasse pelo espaço. 
Publicidade
Durante a entrevista, o empresário disse que faria um teste com a menina, e disse que ela teria que tirar uma peça de roupa a cada resposta errada, esse também foi o momento em que o homem começou a tocar o corpo da vítima. Apesar de estar chorando e muito nervosa, a jovem conseguiu se desvencilhar do suspeito, que tentou convencê-la de voltar no dia seguinte. 
Quando saiu da loja, a vítima procurou o Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual para registrar a ocorrência. Imediatamente, a equipe policial do plantão coordenada pela delegada Jannira Laranjeira Siqueira Campos iniciou as diligências para identificar e localizar o suspeito, que foi preso em flagrante em uma residência no bairro Ribeirão do Lipa em Cuiabá.

O suspeito foi interrogado e autuado em flagrante por estupro, pela delegada plantonista, que comentou o caso: "o que chama atenção é que a vaga divulgada pela empresa era para atendente, serviço realizado exclusivamente por telefone. Mesmo assim, o suspeito alegou a aparência da vítima para buscar a oportunidade para ficar sozinho com ela e praticar o abuso".