Mario Frias - divulgação
Mario Friasdivulgação
Por O Dia
Brasil - O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu arquivar uma representação do Ministério Público contra o secretário especial de Cultura, Mário Frias, sob suposta irregularidades na conduta do secretário ao aparecer em uma campanha publicitária em comemoração ao Dia da Independência.
Para a área técnica do TCU, não houve promoção pessoal de Frias e, por isso, não identificou nenhuma irregularidade. Isso porque o secretário especial de Cultura ele não ganhou qualquer tipo cachê para protagonizar o vídeo do governo federal.
Publicidade
O arquivamento foi referendado nesta quarta-feira, durante uma sessão fechada do plenário do TCU.