A vítima deixa um filho de sete anos - Reprodução Facebook
A vítima deixa um filho de sete anosReprodução Facebook
Por O Dia
Suspeito de matar a própria esposa, homem mandou mensagem para a família se desculpando pelo crime. A vítima é a cantora Franciane Costa Simioni Dourado de Oliveira, de 36 anos, que foi encontrada morta dentro de casa, na última terça-feira. O crime aconteceu em Uberaba, em Minas Gerais, onde Franciane morava com o marido e o filho do casal, de sete anos. As informações são do Portal G1. 
Publicidade
"Me perdoem, nunca foi minha intenção, morri junto com ela. Foi impulso do momento, nunca quis fazer isso. Eu a amava, destruí a vida dela, a de vocês e a minha", foi a mensagem que o homem enviou a irmã da vítima, a analista contábil Dayane Simioni, de 25 anos. A família ainda está em choque com o contato do suspeito. "É revoltante demais. Foi muito brutal. Só Deus sabe o tamanho da dor e sofrimento", disse a irmã. 
Dayane foi quem reconheceu o corpo da irmã, e disse que Franciane tinha a marca de quatro facas no peito. Ela contou, ainda, que a irmã teria tido uma discussão com o marido, e depois disso suspeito ligou para o advogado dizendo que tinha deixado a mulher inconsciente no chão de casa. Após ser acionada pelo profissional, a Polícia Militar foi ao local e encontrou a vítima morta. Depois disso, o suspeito fugiu e continua foragido. 
Publicidade
"Estou sem chão, não sei o que fazer, me perdoe. Eu não fugi, só não sei como encarar a situação, me perdoe, pelo amor de Deus, me perdoe", disse o suspeito à Dayane. 
Histórico agressivo
Publicidade
Franciane já tinha terminado o casamento uma vez, há dois anos atrás, segundo a irmã: "ele tinha um comportamento agressivo com ela. Eles chegaram a terminar, e ela foi embora de Jataí para Uberaba para fugir dele há menos de dois anos, mas ele foi atrás dela e acabaram reatando".