Enxame de abelhas estava na praça da igreja do Carmo, centro de Fortaleza
 - REPRODUÇÃO/G1
Enxame de abelhas estava na praça da igreja do Carmo, centro de Fortaleza REPRODUÇÃO/G1
Por iG
Um enxame de abelhas na praça da igreja do Carmo, no centro de Fortaleza, atacou pelo menos 7 pessoas que passavam pelo local e precisaram ser encaminhadas para atendimento médico no Instituto Doutor José Frota (IJF). Um das vítimas, que ficou em estado grave, levou mais de 150 ferroadas de abelhas.

O enxamente estava fixado em um poste da praça e o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar a situação. Ao portal Uol, a igreja do carmo, localizada na mesma praça, informu que a colônia existe há um tempo no local, mas um ataque nunca tinha ocorrido.

As pessoas saíram correndo sem saber o que fazer, mas conseguiram se livrar das abelhas do outro lado da praça. Acionamos o Corpo de Bombeiros imediatamente, e eles vieram prestar socorro", contou o sacristão da igreja do Carmo, João Marcos Rodrigues.

Um estudo da Universidade Federal de Alfenas (Unifal) orienta que, diante de um ataque de abelhas africanas, a orientação principal é correr para longe do local onde as abelhas estejam agitadas e procurar cobrir o rosto e áreas sensíveis com uma camiseta.

As abelhas é tóxico e pode levar a falência renal e outros problemas sérios, o que demanda atendimento médico imediato. Pessoas sem equipamentos de proteção não devem mexer nos enxames em hipótese alguma.