Atualmente, todas as vacinas testadas no Brasil passam pela fase 3 dos testes clínicos - Divulgação
Atualmente, todas as vacinas testadas no Brasil passam pela fase 3 dos testes clínicosDivulgação
Por O Dia
Brasil - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou na tarde desta segunda-feira que ainda não recebeu dados para avaliação da eficácia e segurança da vacina da Pfizer. Nesta segunda-feira, a farmacêutica Pfizer divulgou que sua vacina experimental teve mais de 90% de êxito na prevenção da covid-19 com base em dados iniciais do estudo da fase 3, o final.
Em nota, a agência afirmou que apesar das notícias promissoras divulgadas por laboratórios farmacêuticos em busca de uma imunização eficiente contra a covid-19, não é possível antecipar posições sobre a eficácia e segurança das vacinas antes que as pesquisas sejam concluídas e os dados analisados.
Publicidade
A agência ressalta que todas as quatro vacinas para covid-19 em teste no país encontram-se na fase 3 de pesquisa e até o momento não há resultado conclusivos para nenhum dos produtos. São as seguintes vacinas com autorização de pesquisa clínica no Brasil e em estudo: Oxford (Astrazeneca e Fiocruz), CoronaVac (Sinovac e Butantan), Pfizer-Wyeth e Janssen-Cilag (Johnson).
Situação das pesquisas

Das quatros pesquisa clínicas autorizadas no país, as vacinas de Oxford e a Coronavac submeteram dados pre clínicos para a Submissão Continua pela Anvisa. Este é um novo processo pelo qual os laboratórios podem enviar para a Anvisa os dados que já se encontram prontos, enquanto as demais fases de pesquisa seguem em andamento. Não há pedidos de registro ou outras solicitações de pesquisa no momento para o Brasil.