Perfil médio dos eleitos para as prefeituras pouco mudou desde 2016 - Divulgação
Perfil médio dos eleitos para as prefeituras pouco mudou desde 2016Divulgação
Por O Dia
Se um candidato pudesse representar o perfil dos eleitos no 1° turno, ele seria homem, branco, casado, com ensino superior completo, 49 anos e prefeito como profissão declarada. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram os padrões dos mais de 5,4 mil eleitos para prefeituras que garantiram o cargo no último domingo (15). As informações são do portal “G1”.
Os números mostram que apenas três em cada dez prefeitos eleitos é negro. Pouco mais da metade (55,3%) tem ensino superior completo e a quantidade de homens (88%) é bem superior à de mulheres (12%). A idade, em média, é de 49 anos. Há porém, candidatos no limite mínimo permitido, de 21 anos, e até 95 anos. Quando o assunto é renda, o dinheiro também aparece como importante fator: um em cada cinco eleitos para a prefeitura é milionário. A profissão mais comum, porém, é justamente a de prefeito.
Publicidade
Foram mais de 5,4 mil prefeitos eleitos no primeiro turno. Apenas 1,7 mil, porém, se declaram pretos/pardos. O número significa que a cada dez prefeitos eleitos, somente três se declaram pretos ou pardos (32,1%). Apesar de baixo, o número representa um aumento, se comparado a 2016. Naquele momento, a porcentagem de negros eleitos para a prefeitura no primeiro turno foi de 29,2%.
Os homens continuam sendo maioria entre os prefeitos eleitos, algo que pouco variou desde 2012. Lá, correspondiam a 87,97%. Em 2016, foram 88,4%. Na atual eleição, foram 88% homens e somente 12% mulheres. Para melhor ilustrar: a cada dez eleitos, somente um é mulher.
Publicidade
O número de eleitos com ensino superior completo aumentou. Era de 52,2% em há quatro anos. Hoje, corresponde a 55,3% dos prefeitos mais votados e garantidos na prefeitura.
Já no extremo oposto, 0,7% dos recém-eleitos para prefeituras somente lêem e escrevem e não têm sem ensino fundamental. O percentual se manteve desde o último pleito para o Executivo municipal.
Publicidade
O candidato mais velho que vai comandar a prefeitura, até os resultados de primeiro turno, tem 95 anos. José Braz (PP) será o prefeito de Muriaé (MG). Há quatro anos, o velho somava 88 anos. Entre os mais jovens, são cinco com a idade mínima em 2020: 21 anos.
Um em cada quatro (25%) eleitos para as prefeituras tem, justamente, a ocupação de “prefeito” declarada, o que indica que muitos foram reeleitos. Empresários (13%), agricultores (5,7%) e advogados (5,4%) vêm em sequência, entre os mais comuns.
Publicidade
Além disso, 1.158 são milionários, dentre os 5,4 mil que assumiram o cargo, como mostra o levantamento feito pelo portal “G1”. Há também os que declaram não possuir nenhum patrimônio: 313 candidatos.