Além da explosão das agência, criminosos incendiaram veículos e fizeram moradores de reféns - Reprodução
Além da explosão das agência, criminosos incendiaram veículos e fizeram moradores de refénsReprodução
Por IG - Último Segundo

Uma denúncia anônima levou a Polícia Civil a identificar e intimar uma mulher, moradora de Chapecó(SC), que teria feito publicações exaltando os criminosos que participaram do grande assalto em agência bancárias na cidade de Criciúma no início do mês de dezembro. No texto, a acusada chega a se referir ao bando como "ídolos", o que pode ser considerado apologia ao crime.

Segundo informações do portal G1, a mulher, de 30 anos, prestou depoimento na última segunda-feira (7) e disse que "'não tinha intenção de enaltecer os criminosos". Agora, ela irá responder a um termo circunstanciado, que foi instaurado e encaminhado ao judiciário, pela suposta prática de apologia ao crime.

"Na ocasião, a mulher publicou em seu perfil em redes sociais, horas depois do roubo, frases exaltando a ação dos criminosos, parabenizando-os e chamando-os de 'ídolos'", informou o delegado regional de Chapecó, Ricardo Newton Casagrande, em entrevista ao portal na terça-feira (8).

Casagrande ressaltou ainda que é preciso ter cuidado com o que se publica nas redes sociais para que não se confunda "liberdade de expressão com afirmações que podem configurar o delito". Caso o crime seja comprovado, a acusada pode pegar de três a seis meses de detenção ou receber uma multa.

Você pode gostar