Tanto o Governo, quanto a Anvisa, podem recorrer da decisão
Tanto o Governo, quanto a Anvisa, podem recorrer da decisãoFoto: reprodução internet
Por Agência Brasil
São Paulo - A prefeitura de São Paulo divulgou uma nota nesta quarta-feira (3) informando que foi formalizada a intenção de compra de 5 milhões de doses da vacina Janssen, produzida pela farmacêutica do grupo Johnson&Johnson. Nesta quarta, houve uma reunião entre o prefeito Bruno Covas, secretários municipais e representantes da farmacêutica para negociar a compra do imunizante.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Paulo tem condições e infraestrutura para armazenamento e distribuição de qualquer vacina. A vacina da Janssen recebeu autorização da agência regulatória de saúde nos EUA (FDA, na sigla em inglês) no último fim de semana e realizou os testes de terceira fase no Brasil. O grupo Johnson&Johnson informou que aguarda trâmites legislativos para comercializar a vacina no Brasil.

Nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, avisos de dispensa de licitação que sinaliza a intenção de compra de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer e de 38 milhões da vacina da Janssen (braço da Johnson&Johnson). Os documentos preveem a entrega dos imunizantes até dia 31 de dezembro de 2021.