Em SP, números apontam 271 casos de estupros contra adultos e 824 contra pessoas em condições de vulnerabilidade
Em SP, números apontam 271 casos de estupros contra adultos e 824 contra pessoas em condições de vulnerabilidadePexels
Por IG - Último Segundo

O mês de janeiro de 2021 foi o com o maior número de estupros no estado de São Paulo desde o início do isolamento social, iniciado há quase um ano para combater a Covid-19, apontam dados da Secretaria de Segurança Pública. Janeiro terminou com 1.095 casos registrados em todo o estado.

Os números apontam 271 casos de estupros contra adultos e 824 contra pessoas em condições de vulnerabilidade, que incluem crianças, idosos e pessoas com algum tipo de deficiência.

Dos 1.095 casos registrados no mês, as mulheres são vítimas em 92% dos casos, incluindo mulheres adultas, crianças ou vulneráveis.

Na comparação apenas entre os meses de janeiro, 2021 tem a maior taxa de estupros dos últimos sete anos e a segunda pior taxa mensal do século, sendo superada por 2013.

Em outubro de 2019, a Secretaria de Segurança Pública havia registrado 1.306 casos, e janeiro superou todos os outros 14 meses seguintes. Desde o início da pandemia, janeiro foi o terceiro mês a registrar mais de 1.000 casos de estupro no estado. Em setembro os números foram 1.038 e em novembro, 1.058.

Você pode gostar