A cardiologista e intensivista Ludhmila Hajjar é uma das mais cotadas para substituir o general
A cardiologista e intensivista Ludhmila Hajjar é uma das mais cotadas para substituir o generalReprodução
Por IG - Último Segundo

Rio - O Planalto confirmou, na tarde deste domingo, que a médica Ludhmila Hajjar reuniu-se com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada.

"A Secretaria Especial de Comunicação Social confirma que a médica Ludhmila Hajjar reuniu-se com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada, na tarde deste domingo (14)", disse a Secretaria Especial de Comunicação Social, do Ministério das Comunicações.

A cardiologista é a mais cotada para ocupar o cargo do general Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde. Há uma semana, em entrevista, a cardiologista disse que "o Brasil está fazendo tudo errado na pandemia". Ludmilla também fez parte da comissão que se reunião com Bolsonaro para discutir a ineficácia da cloroquina no tratamento da doença. 

"Não era nunca para estarmos em crescimento do número de doentes mortos sendo que o mundo todo demonstra uma queda. O Brasil está fazendo tudo errado e está pagando um preço por isso. Hoje temos um número muito pequeno da população vacinada. Isso tudo tem um resultado hoje catastrófico, que estamos, infelizmente, assistindo no nosso dia a dia. O Brasil já deveria estar hoje com cinco ou seis vacinas disponíveis" afirmou Ludhmila, em entrevista ao Jornal Opção.

 
Você pode gostar