Arthur Lira (PP-AL)
Arthur Lira (PP-AL)Michel Jesus/agência Câmara
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Rio - Em meio à incerteza sobre a permanência do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no comando da pasta neste domingo, 14, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), sem comentar diretamente o caso, foi ao Twitter defender que além de competência técnica, o enfrentamento a pandemia de covid-19 exige experiência e "capacidade de diálogo político".
Para Lira, essa característica seria essencial no combate à pandemia, pois o problema envolve todos os entes federativos. "O Congresso, o Judiciário, além do complexo e multifacetado Sistema Único de Saúde", pontuou.
Publicidade
Segundo apurou o jornal O Globo, Pazuello pediu para sair do cargo alegando problemas de saúde. O governo já estaria sondando a cardiologista Ludhmila Hajjar para assumir a pasta, segundo a Coluna do Estadão.
No entanto, o Ministério da Saúde negou neste domingo que o general esteja de saída do cargo.

"Até o presente momento, o ministro Eduardo Pazuello segue à frente da Pasta, com sua gestão empenhada nas ações de enfrentamento da pandemia no Brasil", diz a nota enviada pela assessoria do ministro.