Major Olímpio (PSL-SP)
Major Olímpio (PSL-SP)LUCIO BERNARDO JR/Câmara dos Deputados
Por O Dia
São Paulo -  O senador Major Olimpio (PSL-SP), diagnosticado com covid-19, teve morte cerebral. A notícia foi confirmada pelos administradores do perfil do parlamentar no Twitter, na tarde desta quinta-feira (18). Ele estava internado desde o dia 2 deste mês no Hospital São Camilo, em São Paulo.
"Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olimpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil", diz a publicação.  
 Em nota, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, lamentou a notícia e decretou luto de 24 horas. "As sinceras condolências do Parlamento Brasileiro à família, amigos e a todos os paulistas", diz trecho do comunicado enviado à imprensa.  
Publicidade
Major Olimpio tinha 58 anos e atuou como policial militar em São Paulo por 29 anos. Na carreira política, ele exerceu dois mandatos na Assembleia Legislativa de São Paulo (2007-2015) e um mandato de deputado federal (2015-2019). Foi eleito senador da República em 2019.
O político foi intubado pela primeira vez no dia 6 de março. Anteriormente, ele chegou a participar de uma sessão do Senado direto do leito hospitalar, mas após apresentar respiração ofegante e ocorrer queda no sinal de transmissão, o parlamentar não conseguiu concluir o discurso. Na última quarta-feira, rumores que circulavam pela Internet afirmavam que ele havia morrido, o que foi desmentido por familiares. 
Publicidade
Além dele, até o momento, outros dois senadores também morreram em decorrência da doença: José Maranhão (MDB-PB) e Arolde de Oliveira (PSD-RJ). Já Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Lasier Martins (Podemos-RS) seguem internados por causa da doença.