general Eduardo Pazuello, ex-ministro do governo e o presidente Jair Bolsonaro
general Eduardo Pazuello, ex-ministro do governo e o presidente Jair Bolsonaro AFP
Por IG - Último Segundo
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estuda a criação de um novo ministério para manter Eduardo Pazuello, que deixará o comando da Saúde, no governo. 
Segundo a CNN, a ideia seria criar o Ministério Extraordinário da Amazônia, que teria o general como titular. Antes de ir para a Saúde, o militar Pazuello estava no comando da 12ª Região Militar da Amazônia.
Publicidade
Prestigiado com o presidente, Pazuello manteria o foro privilegiado, o que o ajudaria, já que ele responde inquéritos por conta da condução do ministério frente à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).
Quando ainda estava em campanha em 2019, Bolsonaro prometeu que reduziria o número de ministérios, tendo no máximo 15. Com a possível criação desta pasta, o número chegará em 24, apenas 3 a menos do que comparado ao do governo Temer, 27.
Publicidade
Todavia, a criação do Ministério extraordinário enfrenta resistências no Planalto. Assessores e auxiliares do presidente avaliam que a medida seria impopular.

Outra via optada pelo chefe do executivo seria indicar Pazuello para um dos seguintes cargos: assessor especial da presidência ou Secretário de Assuntos Estratégicos do Planalto.