Flávio Bolsonaro
Flávio BolsonaroLeopoldo Silva/Agência Senado
Por IG - Último Segundo

O grupo de mensagens dos Senadores da República presenciou, na última terça-feira (23), uma discussão entre Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o colega Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Em determinado momento, o parlamentar sergipano acusou o filho do presidente de ter "método de desinformação" e emendou: "saia da mansão e vá visitar um hospital".

Causa do desentendimento

A discussão iniciou quando Flávio compartilhou que o Ministério da Saúde passará a 'fiscalizar' os hospitais para verificar as Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A decisão se baseia numa notícia que foram encontrados 40 leitos disponíveis no Rio de Janeiro.
Publicidade
Vieira respondeu e disse que "o governo de Johnny Bravo é um fracasso na gestão desta crise terrível. Negacionismo, mentiras e desinformação não vão resolver os problemas. Sua 'notícia' patética sobre 40 leitos 'escondidos' é só uma amostra do método de desinformação."

Ofensas pessoais

O filho do presidente respondeu que "além de só assistir a Globo deve estar querendo aparecer na Globo fazendo discurso em cima da desgraça dos outros."
Publicidade
Alessandro argumentou que não ficaria 'de braços cruzados' ao ler notícias falsas e finalizou ao dizer que "só fui notícia em coluna policial prendendo vagabundo, não como investigado."
Em suas palavras finais, Flávio disse que provará sua inocência e que o Vieira terá de "engolir suas palavras."
Você pode gostar