O uso indiscriminado do paracetamol pode levar a eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa e morte
O uso indiscriminado do paracetamol pode levar a eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa e morteMarcelo Camargo/Agência Brasil
Por ESTADÃO CONTEÚDO
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) marcou para a próxima segunda-feira, 26, às 18 horas, uma Reunião Extraordinária da Diretoria Colegiada para apreciar os pedidos de importação da Sputnik V, vacina russa desenvolvida pelo Instituto Gamaleya contra a covid-19.
"A data da reunião foi marcada em razão do prazo de 30 dias definido pela Lei, e confirmado pelo STF, para que a Anvisa avalie os pedidos de importação de vacinas para covid sem registro", explicou a agência, reforçando que os pedidos foram feitos por alguns Estados e municípios.
Publicidade
Especialistas da Anvisa terminam neste sábado, 24, uma visita de inspeção nas empresas Generium e UfaVita, que participam da produção da vacina Sputnik V.
Os brasileiros estão na Rússia desde sexta-feira, 16, e o relatório com as informações coletadas ajudará na decisão.
Publicidade
Além de decidir sobre a Sputnik V, a Anvisa marcou para a terça-feira, 27, às 15 horas, uma reunião para apreciar o pedido de uso emergencial da "combinação dos medicamentos biológicos banlanivimabe e etesevimabe, do laboratório Eli Lilly do Brasil Ltda".
As duas reuniões terão transmissão pelos canais da agência.