Vendas do comércio no Rio crescem 6,2% em maio

Dia das Mães foi decisivo para melhorar o faturamento dos lojistas

Por marta.valim

As vendas do comércio lojista na cidade do Rio cresceram 6,2% em maio na comparação com mesmo período do ano passado, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada nesta segunda-feira pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio), que abrange cerca de 500 estabelecimentos comerciais.

Na comparação com abril, o aumento em maio chegou a 0,2%. No acumulado dos primeiros cinco meses do ano em relação ao mesmo período de 2013, as vendas cresceram 6%.

De acordo com a CDLRio, apesar do feriado prolongado de 1º de maio, quando muitos cariocas viajaram, o Dia das Mães foi decisivo para melhorar o faturamento dos lojistas.

Segundo a pesquisa, as vendas de maio foram mais intensas nos setores de confecção (7,5%), eletrodoméstico (6,1%), tecidos (5,4%), móveis (4,6%), calçados (3,4%), óticas (2,8%) e joias (2,1%). A venda a prazo, com 6,6% foi a modalidade de pagamento mais usada pelos clientes.

A pesquisa mostrou também que, em maio, as lojas da zona sul da cidade venderam 11,7% a mais de bens não duráveis como calçados e vestuário, as da zona norte 6,2% a mais e as do centro - 1,3%. Já para a venda dos bens duráveis, como móveis, eletrodomésticos, joias e óticas, as lojas da zona norte registraram aumento de 6,7%, as do centro, de 4,7% e as da zona sul, de 3,9%.

As dívidas quitadas no comércio lojista cresceram 4,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. O resultado reflete a busca pelo crédito para as compras no Dia dos Namorados. A inadimplência aumentou 1,1% em relação a maio de 2013.

No acumulado dos cinco meses do ano, na comparação com o mesmo período de 2013, a inadimplência e as dívidas quitadas cresceram respectivamente 1,4% e 4,7%.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia