Pedidos de falência crescem em julho, aponta Serasa

Em julho foram registrados 141 pedidos ante 114 em junho, uma alta de 23,7%. Micro e pequenas empresas foram responsáveis pela maioria das solicitações

Por marta.valim

O número de pedidos falências cresceu 23,7% em julho na comparação com o mês anterior, segundo levantamento divulgado hoje pela empresa de consultoria Serasa Experian. Em julho foram registrados 141 pedidos ante 114 em junho. Na comparação com julho de 2013, quando foram registrados 136 pedidos, houve avanço de 3,7%. As micro e pequenas empresas foram responsáveis pela maioria dos requerimentos de falência (64) do mês passado, as médias (41) e as grandes (36) aparecem na sequência, de acordo com o levantamento.

Segundo os economistas da Serasa, o aumento dos pedidos de falências no início do segundo semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado é reflexo das dificuldades impostas pela atual conjuntura econômica (juros altos, estagnação da economia e elevações de custos). Os economistas também citam o acúmulo de feriados e dias paralisados em junho, por conta da primeira fase da Copa do Mundo, como fatores que contribuíram para o aumento dos requerimentos.

Já as recuperações judiciais requeridas apresentaram queda de 10,1% em julho na comparação com junho. Foram 62 solicitações ante 69. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 33 pedidos, seguidos pelas médias (20), e pelas grandes (9).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia