Inflação medida pelo IPC-S avança nas sete capitais

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal, medido pela FGV, registrou maior expansão em Brasília e Belo Horizonte com alta de 1,49%

Por monica.lima

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou na primeira semana de março e registra elevação de preços em todas as sete capitais pesquisadas. A alta de 1,26% na semana encerrada no último dia 7 é 0,29 ponto percentual maior do que o índice de 0,97% da semana imediatamente anterior.

Os dados foram divulgados hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). Brasília e Belo Horizonte são as capitais com o maior IPC-S do país, ambas com alta de 1,49%.

O IPC-S integra o sistema de índices de preços ao consumidor da FGV. Apesar de a coleta ser semanal, a apuração do índice leva em conta a média dos preços coletados nas quatro últimas semanas até a data de fechamento. O índice permite detectar com agilidade mudanças de curso na trajetória dos preços nas seguintes cidades: Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

Registraram ainda elevação acima da média global de 1,26% São Paulo e Salvador, com altas de, respectivamente, 1,3% e 1,27%. Embora tenham registrado índices maiores do que na semana anterior, Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro ficaram abaixo da média nacional do IPC-S.

O Rio de Janeiro registrou a menor variação: 1,09%, ficando 0,17 ponto percentual abaixo da variação média para as sete capitais. Recife teve alta de 1,11% e Porto Alegre, de 1,22%.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia