Ricardo Nunes ao lado de Regina Carnovale
 - Reprodução / Facebook
Ricardo Nunes ao lado de Regina Carnovale Reprodução / Facebook
Por iG
O vereador Ricardo Nunes (MDB), candidato a vice-prefeito na chapa de Bruno Covas (PSDB) , foi acusado em 2011 de violência doméstica, ameaça e injúria pela esposa. Os dois continuam casados até hoje. As informações são da Folha de São Paulo.

O boletim de ocorrência contra o vereador foi feito no dia 18 de fevereiro de 2011, na 6ª Delegacia da Mulher, localizada em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, por Regina Carnovale, esposa de Nunes.

No relato registrado pela polícia, Regina disse que estava em uma união estável com Nunes e que eles estariam separados há sete meses, antes do registro. O motivo da separação seria o "ciúme excessivo" do candidato à vice-prefeito de Bruno Covas .

"Inconformado com a separação, [ Ricardo Nunes ] não lhe dá paz, vem efetuando ligações proferindo ameaças, envia mensagens ameaçadoras todos os dias e vai em sua casa onde faz escândalos e a ofende com palavrões. Afirma a vítima que diante da conduta de Ricardo está com medo dele", diz um dos trechos do boletim de ocorrência que contém a assinatura de Regina.

Em postagens antigas nas rede sociais, Regina questionou: "Como um político pode ser bom para o povo se ele não consegue ser bom nem pra ex-mulher e filha no qual viveu por 17 anos e exatamente isso um lobo fingindo ser um cordeiro", compartilhou. Regina disse que a conta foi hackeada.