Por sergio.mattos
Publicado 13/03/2014 17:52 | Atualizado 24/03/2014 13:37

Brasília - O Palácio do Planalto deve anunciar ainda hoje os nomes dos dois novos ministros do PMDB que ainda faltam ser confirmados. Em reunião nesta manhã, a presidenta Dilma Rousseff e o vice, Michel Temer (PMDB), já bateram martelo para a nomeação do atual secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, como novo ministro da pasta já comandada pelo partido.

Marco Antônio Raupp - Ministro de Ciência e TécnologiaWilson Dias / Agencia Brasil

Embora Geller tenha sido indicado para a secretaria de Política Agrícola pelo líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), negou ele tenha sido uma demanda do deputado para ocupar o posto de titular da pasta.

O presidente do partido, Valdir Raupp (PMDB-RO), afirmou que o fato de Geller ser ligado a Cunha não deverá ser suficiente para acalmar os ânimos do líder do "blocão" dos descontentes. "A crise na bancada ainda vai demorar mais um pouco", afirmou. Segundo Raupp, a bancada ainda briga pela liberação de emendas parlamentares e e pelas alianças nos estados para as eleições de outubro. Raupp comentou que hoje devem sair mais 8 a 9 alianças regionais do PMDB, levando o total a 13. Sobre a coligação com o PMDB do Rio de Janeiro, Raupp comentou que Dilma devera tratar do assunto hoje com o governador Sérgio Cabral. "Eles estão conversando muito bem", disse, numa referencia às negociações entre a presidenta, o governador, o candidato Pezão e o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

Outro nome que está em análise no Planalto e que dever ser anunciado hoje é o do mineiro Ângelo Oswaldo para o Ministério do Turismo, também nas mãos do PMDB atualmente.

Você pode gostar