Por marta.valim

As intenções de voto na presidenta Dilma Rousseff subiram de 34%, em junho, para 38%, segundo pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada nesta quinta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo. O candidato do PSDB, Aécio Neves, passou de 19% para 20% e Eduardo Campos, do PSB, avançou de 7% para 9%. Segundo o Instituto, a Copa pode ter influenciado o humor dos eleitores.

O pastor Everaldo, do PSC, manteve 4% das intenções, enquanto José Maria de Almeida, do PSTU foi de 1% para 2%. Os demais candidatos, Eduardo Jorge, do PV, Mauro Iasi, do PCB e Luciana Genro, do PSOL, contam com a preferência de 1% do eleitorado.

Votos nulos e brancos caíram de 17% em junho para 13% e os indecisos passaram de 13% para 11%. 

Caso haja segundo turno, a candidata do PT receberia 46% dos votos, contra 39% de Aécio. Na pesquisa anterior, o cenário era de 46% para Dilma e 38% para o candidato tucano.

Em uma disputa contra Eduardo Campos, Dilma se reelegeria com 48% dos votos, frente a 35% do candidato do PSB. Em junho, a presidenta teria 47% contra 32% de Campos.

O Datafolha também apontou a aprovação dos brasileiros em relação à Copa do Mundo. O número de entrevistados a favor da realização do evento passou de 51% para 63%, enquanto os que se opõem a ela caiu de 35% para 27%. O número de indiferentes passou de 13% para 10%.

A pesquisa foi realizada nos dias 1º e 2 de julho, com 2.857 pessoas, em 177 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. 

 

Você pode gostar