Rua das Pedras em Armação dos Búzios  - Imagem de internet
Rua das Pedras em Armação dos Búzios Imagem de internet
Por Juarez Volotão
Búzios - Obra esperada e fruto de reclamações e reivindicações antigas por parte dos empresários e comerciantes do município de Armação dos Búzios, a modernização da rua mais conhecida do balneário, cartão postal da cidade, a mundialmente conhecida e visitada Rua das Pedras parece que enfim sairá do papel. A Prefeitura da cidade que é um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil e do mundo, abriu um edital de licitação para a realização das obras que custarão aos cofres públicos o valor de R$ 765 mil reais, com previsão de início para o dia 15 de setembro, sendo concluída e entregue na segunda quinzena de janeiro, no meio de um verão e de uma aguardada 'alta temporada'. 
Apesar de esperada, o anúncio das obras gerou polêmica e não agradou ao empresariado local, pelo menos não por agora, devido ao período de realização e principalmente o prazo de entrega e conclusão da reforma e modernização da rua das pedras. 'Não faz sentido começar agora uma obra que vai esburacar toda a Rua das Pedras, quando estes meses são a oportunidade que temos de nos reerguer. O projeto deveria ser adiado para maio ou junho, na baixa temporada. Não somos contra a obra, mas sim contra o momento que ela está para ser feita', afirma Rodrigo Sobral, vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Búzios (ACEB).
Publicidade
Uma reunião com o Poder Público envolvendo a Secretaria de Turismo, representantes da Prefeitura, Secretaria de Obras e os comerciantes está agendada para esta segunda (24) com o intuito de discutirem medidas e propostas e resolverem se o cronograma das Obras de revitalização da Rua das Pedras será mantido ou adiado.