Quiosques deverão ser demolidos na Praia da Tartaruga em Búzios por determinação da Justiça

Decisão da Justiça aponta danos ambientais e construção irregular em área de preservação permanente e da União

Por Juarez Volotão

Praia da tartaruga em Búzios
Praia da tartaruga em Búzios -
Búzios - A Justiça Federal determinou a demolição de dois quiosques na paradisíaca Praia da Tartaruga no município de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF). 
Em duas ações civis públicas o Ministério Público Federal solicita a desocupação e demolição dos quiosques e ainda, a reparação dos danos ambientais causados. Os pedidos foram julgados parcialmente procedentes pelo Juízo da 1ª Vara Federal de São Pedro da Aldeia. 
Nas ações, o MPF argumenta que os quiosques foram construídos sobre a faixa de areia da praia e sobre a vegetação de restinga, em área de preservação permanente e da União, onde não poderia haver nada erguido. A justiça também averiguou e constatou que os quiosques estavam poluindo a praia e o meio-ambiente, trazendo ainda risco à saúde dos clientes devido a precariedade do esgotamento sanitário. 
Segundo informações, Os 13 quiosques que ficam na extensão da praia chegaram a ser demolidos em 2008, erguidos e demolidos novamente em 2010 e reconstruídos pela segunda vez.



Comentários