Barreira sanitária  - Prefeitura de Cabo Frio
Barreira sanitária Prefeitura de Cabo Frio
Por Juarez Volotão
Cabo Frio - Segundo a Prefeitura Municipal de Cabo Frio, servidores públicos que estão atuando como fiscais, foram intimidados e ameaçados durante o trabalho de fiscalização para tentar impedir o acesso às praias da cidade neste último domingo (6). A denúncia foi registrada num boletim de ocorrência na Polícia Civil. ' Desde as 5h, todo o efetivo de fiscais de uma força tarefa montada pela prefeitura está nos acessos das principais praias da cidade e também nas barreiras sanitárias. No entanto, no início da tarde deste domingo a estimativa e de que aproximadamente 150 mil pessoas tenham invadido, principalmente, as praias do Forte, Conchas e Peró, o que torna a eficácia do trabalho de fiscalização inviável', afirmam. 

A permanência nas praias segue proibida por decreto, bem como o banho de mar e a entrada de ônibus de turismo de excursão. O decreto libera a praia apenas para atividades físicas e prática de esportes individuais. A Prefeitura informa ainda que desde sexta-feira, três barreiras sanitárias fazem um "pente fino" nos acessos a Cabo Frio. Todos os veículos com placa de outros municípios são abordados por técnicos em enfermagem que fazem a medição de temperatura. Mesmo proibidos, ônibus e vans de turismo tentaram entrar no município e foram retirados pelas equipes da Prefeitura. No início da tarde deste domingo, o congestionamento nas barreiras chegava a 3 quilômetros, segundo informações.

Sobre o questionamento da falta de fiscalização ou da eficácia das barreiras sanitárias, a Prefeitura de Cabo Frio reafirma que o combate ao novo coronavírus é responsabilidade de cada cidadão. 'É preciso ter consciência e respeitar os decretos. Falar em Covid-19 não é falar em números, são vidas', declaram.