Dada a largada das convenções partidárias e definições dos candidatos em Cabo Frio

Com a mudança na data das eleições municipais no Brasil, o período de convenções e escolhas dos candidatos ficou para os dias 31 de agosto a 16 de setembro

Por Juarez Volotão

Dada a largada para as convenções partidárias em Cabo Frio
Dada a largada para as convenções partidárias em Cabo Frio -
Cabo Frio - Com a mudança nas datas das eleições municipais deste ano no Brasil devido a pandemia do coronavírus, adiada para o dia 15 de novembro de 2020 (primeiro turno), o período de convenções acabou alterado e transferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para os dias 31 de agosto a 16 de setembro, cabendo aos partidos e as coligações solicitarem a Justiça Eleitoral o registro dos candidatos escolhidos até o prazo limite de 26 de setembro. 
Em Cabo Frio, já foi realizada no sábado, dia 5 de setembro a convenção do PDT que definiu pelo nome do José Bonifácio como cabeça da chapa. As próximas convenções agendadas são do PMN, do pré-candidato Anderson Macleyves a ser realizada no dia 9 de setembro. No dia 10 de setembro é a vez do Deputado Estadual Dr. Serginho, pré-candidato a prefeito de Cabo Frio pelo Republicanos realizar a sua convenção partidária. O Capitão Diogo seguirá para a sua convenção no dia 11 de setembro pelo PSDB e o Coronel Ruy França, também no dia 11 pelo Cidadania. No dia 13 de setembro serão realizadas as convenções partidárias do Rodrigo Gurgel, pré-candidato pelo PSL e também do Professor Betinho, nome que disputará pelo PSOL. Segundo informações, no dia 14 de setembro será a vez do ex-prefeito Alair Corrêa, pelo PMB e do Rafael Segurança pelo PV definirem suas candidaturas em convenção. 
As prés-candidatas a Prefeitura de Cabo Frio, Cristiane Fernandes do PSD e Magdala Furtado do Podemos  informaram que ainda estão definindo a data das convenções em reuniões com os seus respectivos pré-candidatos a vereadores. Os demais nomes que se apresentaram como prés-candidatos a Prefeito, não nos enviaram suas datas das convenções. 
Espaços púbicos eram muito utilizados pelos partidos e candidatos antes da pandemia para realizarem suas convenções em atos de demonstração de força e prestígio, numa disputa pelo maior número de pessoas, onde era encaminhada à Justiça Eleitoral ata da reunião para a oficialização das candidaturas e possíveis coligações. Com a pandemia do coronavírus, foi feita uma emenda à Constituição, permitindo que neste atípico ano, as convenções partidárias sejam feitas de forma virtual e a ata poderá ser enviada pela internet, junto com a lista dos presentes e o cadastro dos candidatos. Alguns partidos poderão optar ainda pela forma mista, com pessoas podendo acompanhar à distância enquanto outras participam fisicamente, respeitando as regras de distanciamento social. Legendas também estrearam modelos de drive-in e drive-thru durante as convenções, o que é permitido por lei. 
Leia Também: 

Comentários