Por O Dia
Campos — Com o aumento da incidência das chuvas, também cresce o risco de infestação do aedes aegypti. E dentro dos grandes vilões se destacam os terrenos baldios e abandonados. A Superintendência de Postura, na quinta-feira, notificou 39 proprietários de lotes sem manutenção, que se tornam focos para a reprodução do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.
Os notificados têm 30 dias para fazer a limpeza de suas propriedades, quando são multados em caso de descumprimento. A partir daí, o poder público tem autoridade para acionar a Superintendência de Limpeza Pública, que pode entrar nos terrenos e fazer a manutenção. O custo desse trabalho também é repassado os donos dos locais em situação irregular.
Publicidade
“Recebemos denúncias, fazemos a fiscalização e notificamos frequentemente em Diário Oficial casos de irregularidade em terrenos e prédios. Esse cuidado é essencial para o bem-estar da população, principalmente quando se sabe dos riscos que a falta de limpeza pode gerar aos moradores do entorno”, alerta Victor Montalvão, superintendente de Postura.
O telefone para denúncias sobre terrenos abandonados, ou residências com piscinas sem manutenção, é o (22) 981 683 645.