Talento e paixão que superam limites físicos e geográficos

Aluna do Paraesporte, Andreia Marcolino vai se apresentar com a professora Manu Coboski no tradicional Festival de Dança do Mercosul, na Argentina

Por O Dia

A psicopedagoga Andreia Marcolino, aluna do projeto Paraesporte, da prefeitura de Campos, foi selecionada para se apresentar no Festival de Dança do Mercosul, na Argentina
A psicopedagoga Andreia Marcolino, aluna do projeto Paraesporte, da prefeitura de Campos, foi selecionada para se apresentar no Festival de Dança do Mercosul, na Argentina -
Campos — O Paraesporte continua a transpor fronteiras. Depois de obter resultados expressivos em competições por vários países, uma representante do projeto municipal, que oferece gratuitamente aulas em 11 modalidades esportivas e atividades, vai levar seu talento ilimitado para a Argentina. Andreia Marcolino, aluna de natação e dança do Paraesporte, vai participar junto com sua professora, Manu Coboski, do XXV Festival de Dança do Mercosul, na província de Misiones.
O tradicional encontro deve reunir mil dançarinos, e ao longo de seus 25 anos ficou conhecido pelos artistas por ele revelados. Andreia, de 33 anos, recebeu a notícia de sua aprovação com a mesma surpresa que muitos demonstram quando observam sua desenvoltura na dança, que realiza com o auxílio de muletas.
“Fizemos um vídeo de dança contemporânea, com a coreografia “O Grito do Coração/Superação”, e encaminhamos para a comissão organizadora. Em menos de 30 dias recebemos a comunicação da seleção”, comentou a psicopedagoga campista.
Andreia sofreu um acidente de carro que comprometeu seus movimentos do lado direito do corpo. Obstáculo insuficiente para retirar dela a energia e a vontade de superar desafios. Qualidades que a levaram a não se furtar de se candidatar a um importante evento em que atuará competitivamente com pessoas sem qualquer comprometimento motor.
“Foi uma surpresa e uma alegria muito grandes. Agora é tentar manter a tranquilidade e controlar a ansiedade e mostrar o que gostamos de fazer”, destacou.
Andreia e Manu embarcam nesta quarta para a Argentina. O Festival de Dança do Mercosul começa amanhã e vai até o dia 8, domingo, em Igazu, no extremo nordeste argentino, na região da Tríplice Fronteira com o Paraguai e o Brasil. Os três primeiros colocados em cada modalidade (estilo, gênero e categoria) serão selecionados para participar do Festival da Argentina. O Festival é organizado pela Mitre de Ballet Norma Pellegrini. Pela manhã, serão realizados cursos e na parte da tarde, as apresentações. Os professores Rafael Santos, Ronaldo Barchins e Andrea Tomioca integram a comissão de júri.

Galeria de Fotos

A psicopedagoga Andreia Marcolino, aluna do projeto Paraesporte, da prefeitura de Campos, foi selecionada para se apresentar no Festival de Dança do Mercosul, na Argentina Divulgação prefeitura de Campos
A professora de dança Manu Coboski e sua aluna Andreia Marcolino vão representar o Paraesporte, projeto da prefeitura de Campos, no Festival de Dança do Mercosul, na Argentina Divulgação prefeitura de Campos

Comentários