Prefeitura mede boa resposta ao início do lockdown contra o coronavírus

Apenas 10% das lojas e poucas pessoas violaram o decreto de bloqueio total; meta é atingir 80% de redução na circulação

Por O Dia

Guarda municipal numa das esquinas bloqueadas no Centro de Campos
Guarda municipal numa das esquinas bloqueadas no Centro de Campos -
Campos — As autoridades campistas avaliaram como positivos os resultados apurados do primeiro dia de lockdown na cidade. De acordo com dados do Gabinete de Crise, 90% dos estabelecimentos comerciais respeitaram o decreto de bloqueio geral. Algumas lojas proibidas de funcionar abriram, e precisaram fechar as portas por intervenção dos fiscais da Superintendência de Postura e forças de segurança. A prefeitura acredita que possa fazer subir a 80% o índice de adesão ao isolamento social contra a pandemia do coronavírus.
“Ainda que tenhamos encontrado estabelecimentos funcionando incorretamente e pessoas transitando em vias públicas indevidamente, foi visível a redução de movimento nas ruas dos bairros, principalmente no Centro”, comentou o subsecretário geral Fábio Bastos.
Fiscal da Superintendência de Posturas observa loja que desrespeitou o decreto do lockdown e abriu nesta segunda, em Campos - Divulgação prefeitura de Campos
A medida mais rigorosa da quarentena foi adotada depois de aumento exponencial de casos e mortes, resultado do número insuficiente de pessoas que respeitaram as restrições mais brandas adotadas inicialmente para frear o avanço da covid-19 no município. Até semana passada, esse número era de apenas 40%.
“Precisamos achatar a curva da doença em nossa cidade. A velocidade com que os casos aumentaram na última semana nos preocupa. Já temos uma média de um óbito por dia”, reforçou Bastos.
Um dos cruzamentos mais movimentados de Campos, na Rua Formosa, com o mercado popular, fechado ao trânsito durante o lockdown - Divulgação prefeitura de Campos
Desde segunda, há bloqueios e interdições nas esquinas mais movimentadas da cidade. As equipes são formadas por guardas municipais e agentes da Postura, do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte, da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Segurança Pública, e vão atuar 24 horas por dia.
Entre as determinações do lockdown, está um toque de recolher que proíbe totalmente a circulação de pessoas entre as 23h e as 5h, exceção feita a profissionais e serviços de saúde, incluindo farmácias, forças de segurança, vigilantes, advogados no exercício da profissão e em situações de emergência.
A circulação de ônibus também está restringida em Campos, durante o bloqueio total - Divulgação prefeitura de Campos
“Se cumprirmos o isolamento, como deve ser, em breve teremos uma redução dos novos casos”, apostou Bastos.

Galeria de Fotos

Guarda municipal numa das esquinas bloqueadas no Centro de Campos Divulgação prefeitura de Campos
Um dos cruzamentos mais movimentados de Campos, na Rua Formosa, com o mercado popular, fechado ao trânsito durante o lockdown Divulgação prefeitura de Campos
A circulação de ônibus também está restringida em Campos, durante o bloqueio total Divulgação prefeitura de Campos
Fiscal da Superintendência de Posturas observa loja que desrespeitou o decreto do lockdown e abriu nesta segunda, em Campos Divulgação prefeitura de Campos

Comentários