Os partidos alegam que a prefeita teve quatro reprovações de contas pelo Tribunal de Contas do Estado. - Divulgação
Os partidos alegam que a prefeita teve quatro reprovações de contas pelo Tribunal de Contas do Estado.Divulgação
Por Bertha Muniz
Publicado 13/10/2020 19:00 | Atualizado há 3 dias
 
SÃO JOÃO DA BARRA- A prefeita de São João da Barra, no Norte Fluminense, Carla Machado (PP) concorre à reeleição, apoiada por 11 partidos. Porém, nesta segunda-feira (12), foi lavrada na 37º Zona Eleitoral, uma intimação para que sua coligação se defenda das acusações dos partidos PSC e PSD que pedem a impugnação da candidata.
Publicidade
O PMN também pediu a impugnação dela junto ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Os partidos alegam que a prefeita teve quatro reprovações de contas pelo Tribunal de Contas do Estado. De com acordo com Tribunal Regional Eleitoral, os requerentes do PSC e PSD (coligação A Voz de São João da Barra não vai calar) têm prazo de três a dias, a partir desta terça-feira (13), para apresentarem documentos que comprovem a acusação.
Os anos das contas reprovadas, segundo a acusação contra Carla Machado, referem-se aos períodos de 2008, 2010, 2018 e 2019. Já o presidente do PMN, Odenir Carvalho, pede impugnação de Carla devido ao processo 2170088-4/2011, de 21 de julho de 2015, transitado em julgado no Tribunal de Contas do Estado do Rio.
Publicidade

Carla Machado ainda responde a processo conhecido por “Operação Machadada”, condenada em duas instâncias por cooptação ilícita de nomes da oposição com oferta de vantagens financeira e cargos na Prefeitura de São João da Barra. O ministro Og Fernandes, do Tribunal Superior Eleitoral decidiu, monocraticamente, anular a sentença. Porém, falta decisão do plenário do TSE. A prefeita e candidata à reeleição se defendeu das acusações. Por meio de nota, ela afirmou que segue na disputa eleitoral.

“O que existe são tentativas da oposição de judicialização do pleito e fake news divulgadas nas redes sociais de forma irresponsável e criminosa. Sempre divulgam que estamos inelegíveis, antes mesmo do julgamento das ‘possíveis’ pendências pelos órgãos competentes. Todas as contas dos governos anteriores tiveram pareceres favoráveis do TCE, sendo posteriormente ratificadas pelo Legislativo Municipal, confirmando o julgamento do órgão estadual de fiscalização”, alegou.
Publicidade

Concorrem à Prefeitura de São João da Barra além de Carla Machado, os candidatos Dominguinhos de Barcelos (PTC), Eziel Pedro (PSC), Márcio Nogueira (Podemos), Otávio Carvalho (PMN) e Renezinho (Patriotas). A reportagem entrou em contato com o Tribunal Regional Eleitoral e com o Ministério Público Eleitoral, mas ainda não obteve retorno.