André Luiz Gomes de Oliveira, de 46 anos, atua na Unidade de Pacientes Graves (UPH) do HGG. - Foto: Divulgação.
André Luiz Gomes de Oliveira, de 46 anos, atua na Unidade de Pacientes Graves (UPH) do HGG.Foto: Divulgação.
Por Bertha Muniz

CAMPOS - Num ato histórico, o Prefeito Wladimir Garotinho e autoridades da área da saúde participaram na tarde desta terça-feira (19), no Hospital Geral de Guarus (HGG), do início da vacinação contra a Covid-19 em Campos. A primeira pessoa a ser vacinada foi o enfermeiro André Luiz Gomes de Oliveira, 46 anos, que atua na Unidade de Pacientes Graves (UPH) do HGG.

“A segunda onda do Covid é mais impactante do que a primeira e tem sido momento de desafios para a saúde pública. Nada importa mais que a vida. Os profissionais que trabalham na linha de frente no HGG, no Hospital Ferreira Machado (HFM) e no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCCC) e nas demais unidades de saúde sabem que em muitas vezes as decisões importantes precisam ser tomadas para salvar vidas”, disse Wladimir.

A primeira etapa da vacinação vai imunizar os profissionais da área da saúde, conforme o protocolo do Ministério da Saúde, segundo explicou o subsecretário da Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, Charbell Kury.

Charbell destacou que, dentre todas as estratégias para evitar doenças, uma das mais importantes é a prevenção, e mais importante do que a prevenção é a vacinação. “Nos meus 17 anos de atividade médica, hoje é o dia mais importante da minha vida, em participar da vacinação que vai conter a pandemia e salvar vidas. Como é bom ser servidor e poder servir. Agradeço ao Prefeito Wladimir prefeito pelo seu empenho para uma saúde de qualidade e porque sei que vai transformar o HGG no maior hospital da região”, declarou Charbell, que aplicou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Campos.

O enfermeiro André Luiz agradeceu a oportunidade de estar representando não só os profissionais da saúde, como toda a população de Campos. “É um marco inicial. Já acompanho isso desde março do ano passado, quando começaram a confirmar os primeiros casos da doença em Campos. Acompanhei todas as etapas de frente da assistência e tudo isso me ensinou muito em todo o processo de vida e ensinamento”, ressaltou.

Participaram do ato o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Marcos Gonçalves, e o superintendente do HGG, Vitor Mussi, além de vereadores do município e servidores da unidade de saúde.