Por Leandro Mazzini

O setor de telecomunicações está em polvorosa e preocupado com a disputa política e não meritocrática pela presidência da Agência Nacional de Telecomunicações em novembro. Lotada no gabinete do senador Renan Calheiros (MDB-AL), a ex-conselheira da Anatel e advogada Emília Ribeiro faz lobby para ser emplacada no comando da agência. É a indicada de Renan, do senador Romero Jucá (MDB-RR) e do ex-presidente José Sarney. Este, o mais forte padrinho. Amiga da família há décadas, Emília cresceu com a família Sarney e recorre à influência de dona Marly, esposa do veterano cacique, para convencê-lo.

Sinal fraco

A indústria do setor não vê com bons olhos a passagem de Emília pela Anatel, considerada uma sem-experiência no setor.

Concorrente

Em outra frente, o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, tenta emplacar seu secretário Maximiliano Martinhão - também com pouca experiência.

Esqueceram de mim

Enquanto Lula da Silva vê petistas toda semana, ninguém da cúpulaplanada/2020/12/6046171-onze-denuncias-contra-parlamentares-estao-encalhadas-no-conselho-de-etica-do-senado.html" title="Onze denúncias contra parlamentares estão encalhadas no Conselho de Ética do Senado">

Onze denúncias contra parlamentares estão encalhadas no Conselho de Ética do Senado
Coluna Esplanada

Onze denúncias contra parlamentares estão encalhadas no Conselho de Ética do Senado