Por Leandro Mazzini

Brasília - Especialistas do Ministério da Saúde apontam que em 2029 a maior causa de mortes por doenças crônicas no Brasil será por neoplasias (nome técnico para o câncer de qualquer tipo), passando o que hoje mais causa mortes por doenças: as cardiovasculares. O fato de o brasileiro estar reduzindo o tabagismo e aumentando as atividades físicas contribui para a inversão do quadro no ranking das doenças. As informações foram reveladas durante o 14° ENECOB - Encontro Nacional de Editores, Colunistas, Repórteres e Blogueiros, realizado no Brasília Palace Hotel.

Atividade

Entre 2009 e 2017, cresceu 22% a atividade física do brasileiro em tempo livre - contando média de 150 minutos/dia.

Obesidade

Mais da metade da população brasileira está acima do peso. E o brasileiro tende à obesidade mais agravada ainda.

Novidade

Logo após a decisão, o deputado Orlando Silva, líder do PCdoB, partido que apresentou a ação acatada por Marco Aurélio, disse que o ministro apenas cumpriu a Constituição: "A novidade para mim é a surpresa quando um juiz deixa de ser casuísta; deixa de fazer justiça seletiva e procura afirmar a Constituição".

Liminar

Já o vice-presidente jurídico do PSDB e líder da bancada na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), ingressou com um pedido de suspensão de liminar contra a decisão do ministro Marco Aurélio Mello. "Inaceitável", resumiu o tucano.

Ritmo

Ministros de Temer não tiveram descanso desde o início da transição para o governo de Jair Bolsonaro. Coordenadores da equipe do presidente eleito, em especial os militares, exigem, diariamente, informações adicionais sobre os balanços e gastos das pastas. A cobrança se intensificou nos últimos dias.

Trem-bala

A equipe de Transição do governo de Jair Bolsonaro agiliza a análise de empresas que devem ser liquidadas em breve. Entre elas, a EPL (Empresa de Planejamento e Logística), criada por Dilma Rousseff para implementaro projeto do trem-bala.

Aéreas

A Medida Provisória (MPV 863/2018) que libera até 100% de capital estrangeiro em aéreas brasileiras já recebeu 17 emendas de deputados e senadores. Um delas, do presidente da Frente Parlamentar dos Aeronautas, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), prevê ressalvas trabalhistas e proteção dos empregos de pilotos, copilotos e comissários de voo.

Comissão

Será instalada hoje no Senado a comissão especial que irá analisar a MP. A medida foi assinada na última semana por Temer com o aval do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). A aposta do atual e do próximo Governo é de estímulo à competição no mercado aéreo brasileiro - o que pode beneficiar o consumidor.

Artilheiro

Escritor e jornalista, Marcos Eduardo Neves lançou na Gávea o livro 'Nunes, o Artilheiro das Decisões'. Neves também é autor de 'Heleno', que virou filme, e 'Alex, a biografia'.

Alberto Silva

O escritor Zózimo Tavares lançou, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Piauí, o livro Alberto Silva: uma biografia.

ESPLANADEIRA
Publicidade
Claudio Castro promove hoje e amanhã a exposição 'A história do mercado imobiliário', na Casa de Laranjeiras da Sergio Castro Imóveis (RJ).
Publicidade
Descabida
Ministro Marco Aurélio Mello
Ministro Marco Aurélio MelloNelson Jr. / STF
Ministros e assessores do STF usaram, reservadamente, a palavra "descabida" ao comentarem a decisão do ministro Marco Aurélio Mello que determinou a soltura de todos os presos com condenação após 2ª instância. Isso porque o presidente de Corte, ministro Dias Toffoli, já havia marcado a análise do assunto para o dia 10 de abril.
Publicidade
Você pode gostar
Comentários