Mais Lidas

Senadores querem investigar patrimônio de ministros do STF

Um deles circula por gabinetes em busca de assinaturas para instalar a comissão e apurar denúncias envolvendo membros de tribunais

Por Leandro Mazzini

31/05/2018 -  Greve dos caminhoneiros causa impactos no Turismo do Rio de Janeiro. Na imagem, a escadaria Selaron, na Lapa, com menor movimento de turistas. Foto de Alexandre Brum / Agência O Dia - CIDADE TURISMO DESENVOLVIMENTO GANHO LUCRO TURISTAS ARRECADAÇÃO
31/05/2018 - Greve dos caminhoneiros causa impactos no Turismo do Rio de Janeiro. Na imagem, a escadaria Selaron, na Lapa, com menor movimento de turistas. Foto de Alexandre Brum / Agência O Dia - CIDADE TURISMO DESENVOLVIMENTO GANHO LUCRO TURISTAS ARRECADAÇÃO -

Brasília - Cresce, mesmo que sigiloso, o desejo de senadores de investigar o patrimônio de ministros do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça. Após o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), arquivar o pedido de abertura da CPI da Lava Toga, o senador Alessandro Vieira (PPS-SE) não desistiu.

Circula por gabinetes em busca de assinaturas para instalar a comissão e apurar denúncias envolvendo membros de tribunais. Vieira conseguiu apoio de 27 senadores (número mínimo para instalar CPI), mas dois retiraram suas assinaturas: Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Kátia Abreu (PDT-TO). "Surpreso e decepcionado", lamenta o parlamentar de primeiro mandato. Porém, acredita que a maioria faz coro com a CPI.

Aliás...

...uma pergunta: quem está acima do STF? Quem fiscaliza ministros do STF?

Do Centro

O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que ensaiou candidatura à Presidência, está mudo. Quem sabe de seu projeto jura que ele surge em dois anos como pré-candidato.

Eles e elas

Em meio ao debate do conceito de família, o Centro de Filosofia da UFPE lançou curioso programa de pós-graduação: 'Homens cornos e mulheres gaieiras'.

Plim, Plim.. Powwn!?

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) conta a amigos que o presidente Bolsonaro o telefonou, ainda internado no Hospital Albert Einstein, para lhe pedir um alívio nas críticas ao Governo. Em certo momento, perguntou: "Você detesta a Rede Globo, Kajuru?". O senador ponderou, diz ser crítico, mas sempre elogiou Dr. Roberto como bom chefe. Bolsonaro emendou que acabaram os dias de domínio da emissora, e que vai tratar a TV como trata as outras. Por igual. Há quem garanta que Bolsonaro tem repetido o termo "quebrar a Rede Globo". Kajuru nega, em sua conversa, pelo menos. O senador disse que vai manter os petardos sobre o Governo, mas que votará com o Palácio em pautas necessárias para o País.

Bola em campo

Kajuru, que já foi conhecido apresentador de TV na Band, é o maior entusiasta da CPI da CBF, que, se instalada, pode atingir em cheio os interesses da emissora e outras grandes empresas com publicidade na TV.

Escada abaixo

Exatos seis anos após a morte de Jorge Selarón, a Associação de Empregados em Hotéis e Similares do Estado do Rio (AEHSRJ) encaminhou requerimento ao prefeito Marcelo Crivella propondo assumir a manutenção da escadaria que leva o nome do artista chileno autor da obra. A associação mostrou provas de abandono e azulejos quebrados.

Point

O enfeite da escadaria na Lapa, com acesso a Santa Tereza, virou point internacional. Gravaram ali o cantor Michael Jackson e o ator Edward Norton. Jorge Selarón, um apaixonado pelo Rio, morreu esfaqueado em casa, na escadaria, em 2013.

Armas

Depois dos deputados, foi a vez de seis senadores do PT apresentarem Projeto de Decreto Legislativo para tentar revogar o decreto do presidente Bolsonaro que autoriza posse de armas de fogo. O texto visa anular o ato presidencial e restabelecer as salvaguardas no Estatuto do Desarmamento.

Voz das ruas

A bancada petista sustenta que a liberação das armas afronta a convicção de pelo menos dois terços da população, "que são contra a venda de armas no País — uma posição ainda mais restritiva do que as regras consagradas no Estatuto do Desarmamento".

Bolsobloco

Acredite. O grupo 'Bolsolteiros', no Facebook, já tem mais de 4,5 mil membros atrás de namoradas para o Carnaval. Mais curiosa é a campanha: 'Antes de beijar, qualquer pessoa, pergunte em quem votou no segundo turno'.

Doutor Ulysses

Vai se chamar 'A mesa do Senhor Diretas' o livro que Ozanan Chaves, maître do Restaurante Piantella, em Brasília, começou a escrever sobre Ulysses Guimarães. Na biografia, contará que, além de uísque e filé au poivre, Doutor Ulysses também gostava de chope. Amava comer picadinho, mas, discreto, pediu para não batizarem um prato com seu nome — praxe para clientes ilustres.

Direita x esquerda

A direita em debate: 'A destruição da mente coletiva pela mentalidade revolucionária' será tema de palestra de Cristóvam do Espírito Santo em cafeteria de Goiânia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários